Festa da Família Alcará

Olá Família, olá amigos,
Familiares e amigos chegando para a festa
Neste sábado dia 22/09/12, sob um céu de brigadeiro aconteceu o Primeiro Encontro da Família Alcará e amigos.
Mais familiares e amigos chegando
Entre crianças e adultos, ultrapassamos mais de 150 participantes. Estamos felizes, pois nossas expectativas foram além do que esperávamos.
Veja se você está aí
Tivemos participantes dos municípios de Progresso, Santa Cruz do Sul, Lajeado, Bento Gonçalves, Garibaldi, Porto Alegre, Gravataí e Sarandi.
Hora do almoço e confraternização
Acabei conhecendo primos e primas de primeiro, segundo e até de terceiro grau. Parentes que nem sabia que eram meus parentes. Que alegria!!!
A gente sente muito que você não veio, perdeu muita coisa boa!
Agradecemos as equipes de liturgia, cozinha, churrasqueiros e organização em geral, que não mediram esforços para que o nosso evento acontecesse.
Festa de Alcará não pode faltar arrasta-pé.
Nossa família têm traços culturais, voltado à música, herança de nossos ancestrais, passado de pai para filho.
Família se encontra, celebra, almoça e confraterniza
E foi mais ou menos desse jeito que acabou a festança, com muitos pés de valsa na sala.

Mais uma vez, em nome de toda a equipe, muito obrigado pelo carinho e presença de todos.

Confiram mais momentos de nosso encontro.

20 comentários:

  1. Que delícia de encontro e emoção,não? Já deixaram outro agendado?Isso é legal!!abraços,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi chica, foi muito bom rever familiares de longa data e conhecer novos parentes como primos e primas de terceiro grau e tantos outros Alcará.
      Provavelmente será de dois em dois anos, estamos trocando idéias com a turma toda sobre local e data.

      Abração.

      Excluir
  2. Gentemmm bom demais barbaridade fotos lindas mas esse churrasco tava bom demais, acho esses encontros tudo de bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Encontro em família sempre é bom, e quando se reúne uma turma grande, é bom demais. Realmente o churrasco foi de "lamber os beiços", nossos churrasqueiros capricharam.

      Abraços.

      Excluir
  3. Nestor, pa-ra-bens!
    Estou muito feliz por compartilhar este encontro!

    É bom demais, barbaridade!!!!!!!!


    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. OI NESTOR!
    QUE MARAVILHA...
    ME REPORTEI A MINHA INFÂNCIA QUANDO ESTE TIPO DE FESTA ERA NORMAL,SOU DE FAMÍLIA GRANDE TAMBÉM.
    QUE BOM SERMOS GAÚCHOS E SABERMOS O QUANTO É BOM UM AUTÊNTICO CHURRASCO GAÚCHO NÉ?
    COMO VÃO AS ORQUÍDEAS?
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Zilani, obrigado pelo carinho!

      No encontro, eu acabei revendo pessoas que não via desde a minha infância. Era uma surpresa atrás da outra.
      Quanto ao churrasco gaúcho, acredito que não perdemos pra ninguém.
      As orquídeas estão bem, há uma outra que está começando a desabrochar suas flores, assim que abrir partilho aqui sua foto.

      Abraços.

      Excluir
  5. Ah, momentos assim não tem preço, como diria aquele comercial do cartão de crédito... Muito bom!

    Sei que isso vai te acompanhar pra vida toda, sublime vivência.

    Feliz por ti.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, momentos em família, não há preço que pague. Fortifica-se e criam-se novos laços e isso une mais a família.
      Esperamos nos encontrar mais vezes e com mais gente.

      Obrigado pelo carinho, abraços.

      Excluir

  6. Que festão, hein? Não é fácil ter a oportunidade de reunir família e amigos. São momentos que se eternizam em nossas lembranças.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vera,
      Entre a ideia e a realização da festa, foram quase um ano de preparação.
      Mas valeu apena!

      Abraços.

      Excluir
  7. Nestor, esse tipo de evento me parece coisa de filme, muito interessante a ideia de fazer uma grande reunião familiar...tá certo que deve ter dado um certo trabalho, mas tenho certeza de que valeu a pena! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia,
      Escutando algumas histórias de família, daria um belo roteiro para uma longa metragem, e seria comédia...
      Sim, deu trabalho e muita dedicação por parte de muitas pessoas, mas quando se tem um objetivo e se trabalha em equipe, as coisas acontecem e valeu muito a pena.

      Abração.

      Excluir
  8. Ei Nestor...

    Que coisa boa tudo isto meu amigo, esta comunhão, esta festa este encontro gratificante e revelador não é mesmo? Parabéns, tudo lindo e merece sim ser registrado de forma delicada e super alegre....

    Amei....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cecília, como vai?

      Por mais conflitos que se tenha em uma família, ela nunca nos deixará de nos amparar.
      Podemos ter um milhão de amigos, mas na hora em que mais precisarmos, nos dirigimos sempre para o seio da família.

      Abração.

      Excluir
  9. Ola caro amigo!
    Que lindo encontro!
    Parabéns por este lindo momento na sua vida e de toda a sua querida família.
    Que venham mais e mais encontros maravilhosos como este.
    Abraço fraterno!
    Que Deus o abençoe e a toda a sua amada familia.
    Maria Alice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, obrigado pelo carinho.

      Foi um encontro maravilhoso sim, e por ser o primeiro ficará na história.
      Abração.

      Excluir
  10. Sr Nestor, muito bom dia. Sou filha de Lazara Alcará e gostaria muito de encontrar os familiares da minha mãe, pois os pais dela já faleceram há muitos anos e ela só tem a mim e a minha família. Mas ela sempre fala da família Alcará com muito orgulho. Desta forma, será que ela é uma das Alcarás? Os pais dela chamavam-se Reducino Alcará e Sebastiana
    No aguardo,

    Ândrea Alcará de Mattos Viçoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ândrea, que bom que você apareceu em nosso blog.

      Vou fazer uma pesquisa pelo nome de seus avôs para ver se encontro alguma coisa a mais aqui em meus arquivos.

      Sobre Lazara Alcará, o que tenho de concreto é que há um suposto filho biológico que há procura por muito tempo. Não sei se trata-se da mesma Lazara Alcará. Essa pessoa nasceu em São Paulo em 1963. Seu nome de batismo é Ari Nelson Alcará. Ele nunca conheceu a sua mãe que se chama Lazara Alcará.

      Caso queira manter contatos com ele, favor enviar seu e-mail.
      Abraços.

      Excluir

Que legal! Família Alcará agradece ao seu comentário nota 10. Em breve estará disponível à todos.